[PT]

A Escola Secundária de Caldas das Taipas (ESCT) tem, desde 2008 participado em diversos projetos europeus e atividades internacionais, no âmbito do desenvolvimento estratégico do seu projeto educativo, com vista a uma maior abertura e integração no espaço de intervenção europeu. Assim, e numa perspetiva de internacionalização da escola, pretende-se desenvolver um ensino que integre definitivamente a dimensão europeia, através de acções de internacionalização, promotoras da empregabilidade, do empreendedorismo e do acesso ao mercado de trabalho europeu, com forte consciencialização para as questões da sustentabilidade ambiental, do multilinguismo e da coesão social no espaço europeu.

Neste sentido, estão em curso dois projetos dois projetos Erasmus+ - um envolvendo professores que realizam a sua formação profissional em países europeus, e outro envolvendo alunos que realizam a sua formação em contexto de trabalho em países europeus, sob a supervisão de escolas parceiras.

[EN]

Since 2008 Escola Secundária de Caldas das Taipas (ESCT) has taken part in several European projects and international activities, in line with the strategic development plan defined in its educational project, aiming at promoting a greater integration into the European Union. Thus, we intend to develop an education that definitely integrates the European dimension through international activities, promoting employability, entrepreneurship and access to the European labour market, with a strong emphasis on the issues of environmental sustainability, multilingualism and social cohesion in Europe.

ESCT has two ongoing projects Erasmus + projects - one involving teachers carrying out training activities in European countries, and another involving students doing their work placements in other European countries, under the supervision of partner schools.

quarta-feira, 1 de junho de 2016

As mobilidades ... Logronho (Espanha)


No dia 8 de maio, e aceitando o repto da Direção da ESCT (no âmbito da parceria Erasmus+ que a Escola estabeleceu com o CFFH), partimos rumo a Logronho […].
Foi uma experiência muito enriquecedora a diversos níveis […]. Encontrámos uma Escola com muita história e com uma profunda identidade […].
Mas, para o nosso orgulho patriótico e profissional contribuiu, sobretudo, encontrarmos os cinco jovens portugueses (da ESCT) felizes, autónomos, esmerados e diligentes, sobre os quais ouvimos os mais rasgados elogios.
[…] Constatei que fazemos muito pela ‘Educação’, partilhando saberes e experiências, encontrando denominadores comuns de dificuldades para, juntos, os podermos ultrapassar, refletindo e agindo sobre as práticas. Estou muito satisfeita pela oportunidade de diálogo com os ‘pares’ do país vizinho, mas estou particularmente grata por me ter cruzado com aquele grupo de jovens e respetivos ‘tutores’.
[…]





-- Lucinda Palhares (Diretora do CFFH) --

terça-feira, 31 de maio de 2016

As mobilidades ... Barcelona (Espanha)

Formação Tap-Swipe-Pinch, Tablets changing the way to learn and Teach

De 3 a 10 de abril de 2016 a magnifica cidade de Barcelona foi o cenário escolhido para a ação de formação que levou 8 professores da ESCT a participarem nesta aventura.
O grupo de curiosos foi constituido pelos professores Alberto Rego, Fernanda Magalhães (Informática), Carmo Mendes, Luís Pires, Teresa Sousa (Economia e Contabilidade), Paulo Botelho (Inglês) e Teresa Bastos (Técnica Especializada – Operações Técnicas de Receção).
A diversidade de nacionalidades e níveis de ensino dos participantes que constituiam a turma  foi um dos fatores que contribuiu para o sucesso desta experiência. Foi possível a partilha de conhecimentos e práticas pedagógicas adotadas em outros países e de inumeros aspetos culturais o que também abriu a possibilidade de se estabelecerem parcerias com outras escolas, constituindo uma mais valia no desenvolvimento de projetos à escala internacional.
A experiência possibilitou aceder a conhecimentos que nos vão permitir planear e desenvolver aulas mais interativas, disponibilizando aos alunos o contato com tecnologia e o desenvolvimento de linguagem adequada, bem como fomentar a sua curiosidade pela pesquisa e navegação em plataformas e domínios desconhecidos, o trabalho em equipa, a busca pelo conhecimento e o acesso a outras realidades e níveis de conhecimento à escala global.

Alguns momentos da formação...




                                   Alguns momentos de relaxamento...porque não...





Bem, uma Experiência que contribuiu para a nossa valorização!


-- O Grupo de Barcelona --


sexta-feira, 27 de maio de 2016

As mobilidades ... Benalmádena (Espanha)


It was a great experience because we’ve learned too much about how to organize a plan of internationalization and we’ve shared experience and we’ve interacted with other realities and educators.


And .. a brief history of our days...



-- O Grupo de Benalmádena --

As mobilidades ... Hyuvinka (Finlândia)








-- O Grupo da Finlândia --

quarta-feira, 18 de maio de 2016

As mobilidades .... York (Inglaterra)

Esta mobilidade não foi um curso de formação, não foi uma viagem cultural, não foi uma longa reunião de serviço, não foi um trabalho de grupo profícuo, não foi uma semana para aprofundar laços.
Para nós, foi tudo isso e muito mais. Foi uma experiência recheada de peripécias inesquecíveis com aprendizagens significativas. Foi a concretização das nossas melhores expetativas profissionais e pessoais!

Very nice indeed!

Aventurem-se!


O grupo de York, desesperately waiting for the next mobility  :-) ! 






video



-- "O Grupo de York" -- 


As mobilidades ... Dunfermline (Escócia)

Making Science more attractive? Yes, of course!

E foi assim que tudo começou.
Por mares nunca dantes navegados
uma dúzia de professores,
rumo à Escócia embarcou.

Na mala levavam um sonho
Na alma uma alegria
Seria uma aventura
A todas as horas do dia.

Sedentos de saber
Ansiosos por conhecer,
Felizes por viver
Inglês fomos aprender.

Pequeno-almoço de madrugada
Sempre preparado com primor
Viagem de comboio a rasgar
Para a Dunfermline chegar.

Good morning Donna!
How are you? Fine, thank you!
Are yo sure?
Using, please, there is, there are!

Foram dias e noites fabulosos,
Refeições animadas e convívios fantásticos,
Os colegas passaram a família,
A ciência tornou-se muito mais atrativa.







                                                                                           --Paula Gomes--